CIRCUITO ARARUAMA ITEM 1 728 X 90
ROSSY'S - ITEM 1 - 728 X 90

Boleto implanta novidade no sistema para competir com o PIX j√° no próximo dia 15

Por Circuito Araruama em 11/03/2024 às 10:57:20
foto-circuito-tadeu-sergio

foto-circuito-tadeu-sergio

Projeto de modernização feito pelo setor banc√°rio na modalidade ir√° trazer benef√≠cios para cobradores e compradores deste meio de pagamento. O boleto banc√°rio, um dos meios mais usados pelos brasileiros para pagamentos de contas de consumo no dia a dia, ganhar√° mais agilidade em seu processamento.

A partir do próximo dia 15 de março, parte da liquidação interbanc√°ria da cobrança do documento ser√° feita no mesmo dia do pagamento, prazo conhecido como D+0. Outra parte continuar√° com sua liquidação ocorrendo no prazo D+1 (em um dia √ļtil).


A novidade é mais um projeto de modernização feito pelo setor banc√°rio na modalidade de boletos, que englobar√° 136 bancos e ser√° mandatória. Com a mudança, se o cliente pagar o boleto até às 16h30, o cobrador poder√° receber o dinheiro no mesmo dia, dependendo do contrato que ele tenha com a sua instituição financeira. Se o pagamento for feito após às 16h30, a liquidação ocorrer√° no dia seguinte.

A Febraban (Federação Brasileira de Bancos) esclarece que nada mudar√° para quem paga o boleto. A mudança ocorrer√° para o credor do documento, ou seja, aquele que ir√° receber o dinheiro.

"A mudança trar√° mais agilidade para o cobrador, e ir√° beneficiar muito o comércio. No caso do e-commerce, por exemplo, vemos também vantagens para os compradores, que poderão ter o processo de entrega de mercadorias feito com mais rapidez", avalia Walter Faria, diretor-adjunto de Serviços da Febraban.


O boleto é um meio muito presente no dia a dia no pagamento de escolas, academias, condom√≠nios, planos de sa√ļde, consórcios, financiamentos, cartões de crédito e cobrança entre empresas. Só no ano passado foram 4,2 bilhões de documentos transacionados totalizando R$ 5,8 trilhões.

"No in√≠cio desta mudança, a estimativa é que cerca de 57% dos boletos possam ser processados no mesmo dia, enquanto 43% seriam no prazo D+1. Assim que a modernização estiver implantada, funcionando sem nenhuma ocorr√™ncia técnica, a ideia é iniciar os estudos para trazer toda a liquidação de boletos para o prazo D+0", diz Walter Faria.


Não é a primeira vez que o sistema banc√°rio faz mudanças nos boletos para torn√°-lo mais seguro, √°gil e competitivo. Em julho de 2017, entrou em operação o sistema de pagamento de boletos, batizado de Plataforma Centralizada de Receb√≠veis (PCR).

A PCR exigiu investimentos de R$ 500 milhões dos bancos e o sistema antigo de cobrança, que até então funcionava h√° cerca de 20 anos, foi atualizado com novos processos e tecnologias, e passaram a ter impressos alguns dados exigidos pelo Banco Central: CPF ou CNPJ do emissor, data de vencimento, valor, além do nome e n√ļmero do CPF ou CNPJ do pagador. Outra grande novidade foi a possibilidade de pagar boletos vencidos em qualquer banco.


A FEBRABAN calcula que o novo sistema, que funciona com uma base centralizada de dados interligada às instituições financeiras de todo o pa√≠s, mitigou o equivalente a R$ 450 milhões em fraudes por ano (valor estimado).

Saiba Mais

Os boletos banc√°rios surgiram com a instrução normativa do Banco Central expedida por meio da carta circular n¬ļ 2414, de 07 de outubro de 1993, que entrou em vigor no dia 03 de janeiro de 1994, determinando procedimentos para a implantação da compensação eletrônica de cobrança.

O boleto banc√°rio é um documento utilizado pelos bancos e seus clientes para recebimento de valores referentes a uma determinada venda de produto ou serviço. É uma forma de pagamento desenvolvida para facilitar o pagamento e agilizar o sistema de cobrança e compensação de operações de crédito.


Qualquer pessoa f√≠sica ou jur√≠dica pode fazer uma cobrança por meio de boletos banc√°rios, basta ter uma conta banc√°ria e contratar o serviço junto ao banco.

FEBRABAN - Federação Brasileira de Bancos

Diretoria de Comunicação

[email protected]

FEBRABAN - Notícias

Comunicar erro